Barbara Bell – All I Have (1975)

https://i1.wp.com/img529.imageshack.us/img529/983/allihave4388573hd3.jpg

Há uns lotes de bons lps obscuros dos povos e do folkrock nesta etiqueta feita sob encomenda de Tennessee, mas este tem para ser um do mais impressionante mim ouviu-se. Certamente tanto quanto é certo que os solos fêmeas vão mim que estaria nos cinco superiores, ascendente direito lá com a janela de Judy Kelly. Embora haja algum país do hippie do divertimento que folkrocking nestes sulcos Barbara vai além daquele em um território mais aventuroso, bem como Joni Mitchell aberto caminho no `70s. Por exemplo o `a parábola do `deixado cair chá Eagle do `Down’, de Talents’, e o `sonhador hipnótico o Ceramist é tudo rico com a ambiência progressiva dos povos/psych de faixas britânicas como Pentangle e árvores. Barbara segura a guitarra quando alguns ajudantes arredondarem para fora o som em cilindros, em guitarra do ritmo, em teclados, em baixo, em aço, na guitarra elétrica, no banjo e no dobro. Todas suas canções são composições poéticas creativas, completamente desprovidos do cliché. Que lufada de ar fresco esta é! (Ken Scott – arquivista)

Taxa de BITZ: 320

Iniciar Download Clique Aqui

https://i0.wp.com/img162.imageshack.us/img162/576/downloadgw0.jpg

There are lots of good obscure folk and folkrock lps on this Tennessee custom label, but this has got to be one of the most impressive I’ve heard. Indeed as far as female solos go I’m certain it’d be in the top five, right up there with Judy Kelly’s Window. Although there’s some fun hippie country folkrocking in these grooves Barbara goes beyond that into more adventuresome territory, much like Joni Mitchell pioneered in the ‘70s. For instance ‘The Parable Of Talents’, ‘Tea Dropped Down’, ‘Eagle’ and the hypnotic dreamy ‘The Ceramist’ are all rich with the progressive folk/psych ambience of British bands like Pentangle and Trees. Barbara handles guitar while a few helpers round out the sound on drums, rhythm guitar, keyboards, bass, steel, electric guitar, banjo and dobro. All of her songs are creative poetic compositions, completely devoid of cliche. What a breath of fresh air this is! (Ken Scott – Archivist)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: